Thursday, January 14, 2010

O Terremoto no Haiti
"Nada ocorre por mero acaso"

Benjamin Fulford [1] é uma pessoa, sediada no Japão, que recebe informações
confiáveis de serviços de informações e de sociedades secretas. Eis o que
ele relata sobre o terremoto do Haiti, que aconteceu nesta semana. Estamos,
novamente, diante de um desastre "natural" que, na realidade, é artificial
(conforme já comentamos anteriormente [2]).

O recente terremoto no Haiti foi causado por uma máquina de terremotos
usando uma tecnologia desenvolvida inicialmente por Nicola Tesla, de acordo
com o serviço secreto britânico MI6. A máquina de terremoto usada
aparentemente não utilizou a tecnologia HAARP [10], como eu tinha sugerido
anteriormente, mas trata-se de algum tipo de dispositivo nuclear, de acordo
com esta fonte (MI6) e de uma fonte da CIA. A fonte da CIA diz que uma
expedição foi enviada ao epicentro do terremoto da Indonésia que acionou o
tsunami de 2004 e descobriu que o local estava completamente sem vida um
ano após esse desastre, algo que pode ser explicado apenas pela presença de
radiação atômica no local. "As companhias petrolíferas ganharam uma guerra
e conseguiram os direitos de exploração do petróleo naquela região, e
ninguém jamais ouviu falar disso", disse a fonte da CIA. Um fato em apoio
desses comentários, obtido de documentos recentemente desclassificados
(tirados do anonimato secreto), mostra que o governo dos EUA planejou
atacar o Japão com um tsunami próximo do fim da Segunda Guerra Mundial,
provocando uma grande explosão ao longo de uma zona de falha geológica
submarina.

O ataque ao Haiti foi feito pela facção nazista da família Bush
(relacionada aos Rockefellers) como resposta ao corte em andamento de seus
bens financeiros, de acordo com essas fontes. Esse ataque rompeu os cabos
submarinos que passam por aquela região e evitou a transferência de grandes
somas de dinheiro para bancos centrais da América do Sul. Além disso, o
ataque foi um aviso dado por esta facção nazista, dizendo: "Se vocês nos
espremerem muito forte, nós iremos começar a matar muita gente". Esses
criminosos precisam ser punidos por esses atos diabólicos.

Múltiplas fontes também estão dizendo que um novo tipo de incidente do tipo
911 (ataques do dia 11 de setembro de 2001, ordenados por Bush) está se
tornando cada vez mais provável, pois certos prazos finais financeiros para
o Federal Reserve Board (do FED) estão se aproximando. Um prazo final
importante está previsto para o fim deste mês de janeiro.

As fontes também dizem que este sindicato do crime do Federal Reserve Board
vendeu à China a tecnologia de defesa anti-mísseis, recentemente anunciada
pela China. Esses traidores dos EUA estão quase certamente vendendo outros
tipos de tecnologias secretas para a China em uma tentativa desesperada de
se manterem fora da bancarota.

Enquanto isso, duas fontes que se dizem conectadas com o Comando Espacial
do Pentágono (Pentagon Space Command) dizem que haverá abertura de
informações secretas (disclosure) proximamente. Como existe muita evidência
que nazistas planejam uma invasão alienígena falsa, essas "divulgações"
importantes (se elas realmente vierem), precisarão ser examinadas
cuidadosamente e ceticamente.

Os eventos estão em escalada rápida e muito tumulto está previsto enquanto
o antigo governo secreto passa pelos seus últimos espasmos mortais.

Neste outro relatório de inteligência [3], comenta-se que o terremoto no
Haiti foi realmente ocasionado por uma arma de gerar terremotos, usando uma
tecnologia inicialmente desenvolvida por Nicola Testa e operada pela
Marinha dos EUA (a mando de Bush?). Informa-se, também, que essa tecnologia
foi usada anteriormente para gerar o grande terremoto de Kobe, no Japão (em
17 de janeiro de 1995), e está sendo desenvolvida para arrasar
completamente o Irã com terremotos violentíssimos no futuro. Faz-se uma
previsão de 500.000 mortos, pior mortandade do que o tsunami da Indonésia
de 2004!

P.S.: Estou acompanhando as notícias vindas do Haiti sobre esta catástrofe.
Uma coisa me chamou a atenção: sempre que há terremotos naturais em alguma
localidade, quase sempre ocorrem tremores secundários após o tremor
principal. Não parece ter sido esse o caso no Haiti: houve apenas um único
grande tremor, compatível com uma única explosão atômica (subterrânea!) e
coerente com a informação dada acima por Benjamin Fulford. Portanto, isso
parece um caso semelhante a Hiroshima e Nagasaki...

P.S.2: Neste vídeo [4] que filma o terremoto durante a sua ocorrência,
observa-se a presença de um forte vento (que derruba um edifício!) durante
um longo tempo, algo coerente com os efeitos de uma explosão atômica (forte
ventania nas proximidades da explosão) e com as informações de Fulford...
Neste outro vídeo [5], filmado logo após o terremoto do alto de uma
montanha, nota-se uma forte nuvem de poeira (ou de vapor d'água?) em toda a
região devastada, algo também coerente com o resultado de uma explosão
atômica e com Fulford... Gostaria que alguém usasse um contador Geiger para
medir a radiotividade presente na capital do Haiti e no nosso Ministro da
Defesa (Nelson Jobim) que já está lá (e já voltou) e pode estar sendo
contaminado...

P.S.3: Haiti e República Dominicana dividem uma pequena ilha (chamada
Hispaniola) no Caribe (esta ilha é muito menor do que a ilha de Cuba, que
fica ao lado). Pelo que se conclui do noticiário, o extremamente forte
terremoto de 7,0 na escala Richter arrasou apenas com o lado esquerdo
(oeste) da ilha, não causando qualquer problema no lado leste da ilha que
se chama República Dominicana. Nenhuma ajuda humanitária está dirigida à
República Dominicana. Como que um terremoto violentíssimo afeta apenas
algumas dezenas de quilômetros quadrados? Uma explosão atômica (no Haiti) é
coerente com esta característica extremamente localizada desse enorme
terremoto e com as informações dadas por Benjamin Fulford... Alguns
terremotos (bem menos intensos do que este no Haiti) que acontecem nos
Andes chegam a ser sentidos nos prédios da cidade de São Paulo a milhares
de quilômetros de distância do seu epicentro... Curioso, não?

P.S.4: Na primeira figura abaixo [6] pode-se ver a localização do Haiti, na
região do Caribe. Note o pequeno tamanho do Haiti, com relação ao seu
vizinho, a noroeste, Cuba e inclusive ao seu vizinho, a leste, República
Dominicana (na mesma ilha!). Na segunda figura abaixo [7] pode-se notar que
esse enorme terremoto de 7,0 graus atingiu apenas o pequeno Haiti, em uma
extensão leste-oeste de menos de 20 quilômetros (menos ainda na direção
norte-sul)!! Tudo isso é muito coerente com uma explosão atômica no Haiti
(ou com o uso da arma ionosférica HAARP), e com Fulford, e muito incoerente
com um terremoto violento normal (que geraria destruição em uma região
muito mais ampla).
Leiam na integra;
http://saudeperfeitarfs.blogspot.com/2010/01/o-terremoto-do-haiti.html