Os Lupi de Rio-Frio

O nome Rio-Frio refere-se a uma propriedade rural sobre a qual vamos encontar algumas referências na história antiga da região de Palmela. Então, vem a história moderna, que abrange várias gerações, cujo resumo simplista, colocamos abaixo:

Começamos com a aquisição dessa propriedade pelo Barão de São Romão, capitalista lisboeta que detinha todos os títulos da propriedade Rio-Frio que adquirira, na década de 50 do séc. XIX, com a sesmaria de Venda do Alcaide.

O momento seguinte (1857-1913) foi comandado por José Maria dos Santos, um dos maiores empresários agrícolas portugueses, que casou com a viúva do Barão, e caracterizou-se pela expansão dos seus limites com a aquisição de propriedades vizinhas (apenas uma parte da história deste homem) e por intensa atividade pecuária e agro-industrial, política (Lisboa, Setúbal e Palmela) e migratória (vide sua biografia).

Na geração abaixo, quem começou (1913-1923) assumindo o comando deste complexo econômico foi António dos Santos Jorge (seu primo e "co-herdeiro", Samuel dos Santos Lupi, faleceu no 1 mês antes de José Maria dos Santos). Foi uma Era relativamente curta mas que deixou uma forte marca. Foi quando se deu ênfase ao lado artístico que nos legou os marcos regionais, como o são o Palácio e as cocheiras. Ele dedicou-se mais à promoção da marca Santos Jorge do que à agricultura, mas a sua liquidez veio a acabar, tanto que não acabou as cocheiras da casa do Estoril.

No momento seguinte (1923-1970), coube o comando a José Lupi. - sobrinho de António dos Santos Jorge e filho do seu irmão Samuel dos Santos Lupi . Sua tia (falecida em 1961) e seu primo Samuel Lupi dos Santos Jorge (falecido em 1964) foram os verdadeiros donos durante a maior parte do período mas havia um trabalho da família como um todo, sendo o avô Lupi quem de fato morava na Herdade e fazia as coisas acontecerem. Nesta fase, voltou-se a centralizar os esforços na atividade original ligada ao campo e através duma administração prudente e sabedora, desenvolveu-se de novo o património, mantendo-se o equilíbrio financeiro. Também de se notarem as obras sociais de então.

Após o falecimento de José Lupi, sua esposa Maria Amélia manteve o conjunto unido sob o comando de seu filho José Samuel Lupi até à sua morte em 1982. Pouco tempo depois a propriedade foi vendida, saindo da família.

Aproximação comparativa  do comando de Rio-Frio entre 1850 e 1982
Nomes Nascimento Falecimento anos
de vida
1800 1900
10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60 65 70 75 80 85 90 95 0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60 65 70 75 80 85
                                                                             
                                                GG         GG                  
Portugal       m DJ6 P4/Mg Maria ii LuisV Dom Luis Dom Carlos M.       Salazar R.      
José Maria Melchiades Lupi 1809 1867 58                                                                        
Samuel Lupi 1838 > 1884 >45                                

?

                                     
                                                                               
Barão de São Romão 1810 1852 42                                                                        
                                                                               
Casamento I 16/05/1841   26                                                                        
Baronesa de São Romão c.1815 1878 63                                                                        
Casamento II 31/12/1857   42                                                                        
                                                                               
José Maria dos Santos 1/12/1831 19/06/1913 82                                                                        
                                                                               
António dos Santos Jorge 28/02/1866 1923 57                                                                        
                                                                               
Mª Cândida Lupi Santos Jorge 1865 1961 96                                                                        
                                                                               
Samuel Lupi dos Santos Jorge 1897 1964 66                                                                        
                                                                               
Samuel dos Santos Lupi 1862 1913 51                                                                        
                                                                               
José Lupi 22/09/1902 16/01/1970 67                                                                        
                                                                               
Maria Amélia Pereira Lupi 1900 1982 82                                                                        

 


Para entender a história de Rio-Frio e das famílias Santos e Santos Jorge e dos Lupi de Rio-Frio, nada como se situar com a leitura do Relato de Miguel de Barros Alves Caetano aos seus filhos (ramo Lupi Caetano)
[História de Rio-Frio e da família Santos]

Veja mais sobre o O Palácio e Rio-Frio

Conheça a Ermida do Vale de Santo António, na Barroca d´Alva.

Jazigos Samuel Lupi e Santos Jorge

 

 

Ir para a Página Inicial ou para o Quadro Geral