Marcelo José das Neves Alves Caetano

 

    Marcelo José das Neves Alves Caetano   

 

* Lisboa, 17.08.1906 
+ Brasil, Rio de Janeiro 26.10.1980


    Político, professor e historiador e jurista português nascido em Lisboa, último Presidente do Conselho da Segunda República, ou seja do Estado Novo e uma das principais personalidades do Estado Novo português.

Licenciou-se em Direito, na Universidade de Lisboa, onde doutorou-se (1931). Foi deposto pelo levantamento militar de 25 de Abril (1974). Começou a sua carreira política aos 24 anos (1940), tendo ocupado alguns cargos importantes no Estado Novo. Foi Comissário Nacional da Mocidade Portuguesa, Ministro das Colônias e Presidente da Câmara Corporativa. Desde novo ligado aos círculos políticos da direita, foi partidário da ditadura de Salazar em Portugal com quem começou a trabalhou quando este foi nomeado ministro das Finanças (1929) e ajudou a esboçar a constituição portuguesa (1933). Deve-se a ele a sistematização do regime corporativo, inspirado no modelo italiano, e a redação do código administrativo português. Foi ministro das Colônias (1944-1949) e da Presidência (1955-1959) e se tornar reitor da Universidade de Lisboa.

Quando Salazar sofreu um derrame (1968), tornou-se seu sucessor no governo português, designado como primeiro-ministro. Não conseguiu controlar as graves dificuldades, embora seu governo tenha admitido alguma oposição e retificou preceitos constitucionais.  O descontrole da inflação, a política na África, a insatisfação no exército e as muitas críticas internas e externas culminaram com a  revolução dos Cravos, que derrubou o Estado Novo (1974). 

Mudando-se para o Brasil, dirigiu o Instituto de Direito Comparado da Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro, onde morreu. [fonte: www.geneall.net 13/03/2008]

Conforme sua vontade, jaz no Cemitério de São João Baptista no Rio de Janeiro [nota de Miguel D S Lupi]

 

Ir para a Página Inicial ou para o Quadro Geral