Francisco Lupi

Francisco Lupi nasceu em Perugia, então cidade do Estado Pontifício. Ao chegar a Lisboa, em 17 de Dezembro de 1797, visitou seu pai, que estava alojado em casa dos Marqueses do Louriçal, onde também habitava nessa altura Mgr. Pacca, Núncio Apostólico em Portugal, através do qual conheceu Mgr. Caleppi, que veio a suceder aquele, em 1802, no cargo de Núncio.

Em 1806, vagou na Nunciatura o cargo de “escrivão dos breves”, tendo Mgr. Caleppi convidado Francisco Lupi para o exercer. A partir deste ano, e apenas com um breve intervalo em 1818, Francisco Lupi trabalhou na Nunciatura, desempenhando na altura da sua morte o ofício vitalício e hereditário de “Registatore delle Bolle e Brevi di Nunziatura”.

Podemos ver parte desta história nos documentos existentes nos arquivos da Nunciatura, em Lisboa, encontrando-se cópia de uma parte no arquivo particular de Frederico Lupi (ver Documento anexo II) e também na já mencionada Grande Enciclopédia

Casou com Maria Soriana do Carmo (Maria do Carmo Gondim?), de quem teve seis filhos, conforme quadro abaixo

[segundo os arquivos particulares de Frederico Lupi e de Maria José Lupi Caetano.]

 

Francisco Lupi
(Perugia)
(Empregado na Nunciatura)
C.
Maria Soriana do Carmo
(Maria do Carmo Gondim?)
José Maria Melchiades Lupi
(n.1809-Lisboa)
(Funcionário do Banco de  Portugal)
C.
Maria Cândida Corrêa
Joaquim José do Nascimento Lupi
(n.1810-Lisboa)
(Conselheiro do Reino)
C.
Bernarda Amélia das Dores
Carlota Lupi
Miguel Ângelo Lupi
(n.1826-Lisboa)
(Pintor)
João Evangelista Lupi
(Empregado na Nunciatura)
Maria José Lupi
C.
António Bandeira de Melo

 

 

 

 

 

Podemos ver à direita um retrato de Francisco Lupi por Miguel Ângelo Lupi, de 1843, pertencente a José Samuel Lupi...

São os dizeres no verso:

"Primeiro Lupi que veio para Portugal. Empregado na Nunciatura. Pai de José Melquiades Lupi, Miguel Ângelo Lupi, João Evangelista Lupi, José do Nascimento Lupi, Carlota Lupi e Maria José Lupi."

 

 

 

... e abaixo, documentos existentes nos arquivos da Nunciatura, em Lisboa, encontrando-se cópia de uma parte no arquivo particular de Frederico Lupi, conforme Documento abaixo (V. também a Grande Enciclopédia).

 

Ir para a Página Inicial ou para o Quadro Geral